sábado, maio 05, 2007

Fraude no governo Yeda





O rol de erros cometidos em apenas cinco meses de (des)governo é assombrosa, Yeda está caminhando para se inviabilizar politicamente no estado e agora mais um escândalo arrasador. O presidente ou ex-presidente, nunca se sabe, Irineu Ernani Schneider teria forjado uma licença prévia na FEPAM.

Segundo , Irineu assinou sozinho a licença prévia para as barragens de Taquarembó e Jaguari, sem nenhum outro técnico do órgão e enviou o 'documento" para a governadora e para o Ministro da Integração Geddel Vieira Lima. A licença prévia (LP) não poderia ser emitida, pois somente uma das obras retirou o requerimento do pedido e a outra nem isto! Além do mais, uma LP apenas com assintura do presidente não tem qualquer valor!

A fraude foi executada para que o ministério assinassem o termo de cooperação entre o estado e o governo federal para o repasse dos recursos previstos ao empreendimento. O governo Lula tem por regra não assinar ou fazer qualquer ato oficial sem que todos os trâmites administrativos e ambientais estejam conforme.

Como se sabe, Yeda sonha acordada com os R$ 88 milhões do governo Lula para realizar estas obras e chegou a criar uma secretaria especial para este fim, a Secretaria Extraordinária da Irrigação e Usos Múltiplos da Água e nomeou o secretário Rogério Porto para a função. Esta será a única realização do seu governo pelo menos até o segundo semestre do ano que vem, portanto estratégico para o governo.

A fraude ficou caracterizada ainda mais pelo fato do documento (LP) ter sido emito com número de protocolo e data errados e sob esta alegação o documento foi anulado e nem foi arquivado na FEPAM! Tanto Irineu como sua diretora-técnica afirmam que ter agido sob muita pressão.

Isto é um escândalo, o governo do estado fraudou um documento para ludibriar um ministro que irá repassar recursos importantes para o desenvolvimento do estado, inacreditável.

Acredito que este fato novo tenha sido de fato o motivo da demissão da secretária Vera Callegaro da secretaria de meio ambiente no dia de ontem, um dia após ter sido elogiada e cumprimentada pelo seu aniversário pela própria governadora!





Technorati Tags: , , , ,



Powered by ScribeFire.

3 comentários:

César disse...

Bastante grave o fato.

DANIEL PEARL disse...

“O jornalista Diogo Mainardi é um sujeito estranho. Vive reclamando dos processos que toma, inclusive de outros colegas, pelas barbarides que fala na televisão ou escreve na revista Veja.” Esse cara-de-pau Mainardi pensa que é dono do jornalismo no Brasil. Humildade e ética são ingredientes para um bom profissional. Já a “O Globo” reclama de CENSURA. Que moral tem O Globo para reclamar de uma suposta censura à mídia hoje se na época da Ditadura/64 que seqüestrou, torturou e assassinou milhares de brasileiros, o jornal foi conivente com a repressão? Segundo o jornalista Mino Carta, “o Brasil tem a pior mídia do mundo”. Sobre a Folha, ela nunca foi censurada, gosta de posar de democrata e transparente, e tenta esconder esse período macabro (64) que revela todo o seu caráter de classe e a sua postura direitista. Protegida pela ditadura, a Folha cresceu, e durante os oito anos de FHC, ela nada falou contra as suspeitas privatizações. Acesse DESABAFO: http://desabafopais.blogspot.com

Claudia Cardoso disse...

Olha, Agente65, eu só vejo uma saída: impedimento da governadora! Vou escrever para os deputados exigindo uma resposta para isso. De todos os escândalos até agora, este é o mais grave. Teremos que agüentar um Feijó??? Bom, o caminho é CPI e impedimento posterior.