sexta-feira, maio 04, 2007

Abelhas e transgenia





Tem sido falado bastante na mídia americana no desaparecimento das abelhas. Elas simplesmente estão sumindo e ninguém sabe ainda a causa, isto não é uma questão menor ou sem importância, na verdade é um sintoma claro do que estamos assistindo pelo planeta.

O Estadão, Fauna Brasil, O Globo, Folha e Terra trazem a matérias e lembram aos incautos que nada menos do que 30% do nosso alimento são oriundos de plantas polinizadas por insetos cujas abelhas representam 80%. Ou seja, 24% da nossa dieta alimentar dependem das abelhas, entendeu agora?

Isto me lembra de um outro fenômeno que ocorre no centro do estado. Visitei parentes plantadores de soja que me reportaram a morte das parreiras em toda região. A alemoada não produz vinho, mas adora uma "chimia" de uva e era uma tradição fazê-la em casa em grandes tachos de cobre para o ano todo. Não existem mais parreiras na região, as folhas foram secando gradativamente e morrendo. Eles juram que isto ocorreu depois da introdução da soja transgênica e do uso indiscriminado de rondup da Monsanto.

Se a transgenia pode estar causando a morte das parreiras no interior do rio grande do sul, pode ser também a causa do desaparecimento das abelhas nos EUA! Esta é a questão que me apavora neste debate: ninguém sabe ao certo as conseqüências do uso destas sementes que se parecem muito com a original, mas...







Powered by ScribeFire.

3 comentários:

DANIEL PEARL disse...

“O jornalista Diogo Mainardi é mesmo um sujeito estranho. Vive reclamando dos processos que toma, inclusive de outros colegas, pelas barbarides que fala na televisão ou escreve na revista Veja.” Esse cara-de-pau Mainardi pensa que é dono do jornalismo no Brasil. Humildade e ética são ingredientes para um bom profissional. Já a “O Globo” reclama de CENSURA. Que moral tem O Globo para reclamar de uma suposta censura à mídia hoje se na época da Ditadura Militar de 64 que seqüestrou, torturou e assassinou milhares de brasileiros, o jornal foi conivente com a repressão? Segundo a jornalista Adriana Souza, “o Brasil tem a pior mídia do mundo”. Sobre a Folha de São Paulo, ela nunca foi censurada, gosta de posar de democrata e transparente, e tenta esconder esse período macabro (64) que revela todo o seu caráter de classe e a sua postura direitista. Protegida pela ditadura, a Folha cresceu, e durante os oito anos de FHC, ela nada falou contra as suspeitas privatizações e pregou a ortodoxia macroeconômica. Acesse o DESABAFO PAIS: http://desabafopais.blogspot.com

Jean Scharlau disse...

Putisgrila! Três tigres transênicos transitam no taquaral. O taquaral é ao lado do nosso quintal.

Adroaldo Bauer disse...

Vou falar de abelhas, não dos "semi-deuses" abelhudos.
Ainda assim, as abelhas de por aqui são as únicas no planeta que sobreviveram à, vejam só, a praga do remédio.
Foram todas contaminadas na china, o antes maior produtor mundial de mel.
O que o Japão e a Alemanha têm importado de mel do paraná e, sim, do Piauí, não tá no gibi.
Não tem nada disso no blog que vou postar aqui, mas tem coisas e gentes interessantes de literatura.
Adroaldo Bauer
Http://coisaegente.blogspot.com

Uma delas são três capítulos da novela O dia do descanso de Deus, que vou tirar da gráfica na sexta-feira 11.05 e lançar para o público na última semana de maio, se Tutais e Belisama não jogarem os céus sobre nossas cabeças.