sexta-feira, março 30, 2007

Portocred, anunciante na cadeia





Tenho visto coisas estranhas na mídia nos últimos tempos, com a cobertura da Fraude no SUS, acobertamento dos albergueiros, a defesa intransigente de Yeda e Fumaça, nada mais me espanta.

Com a iniciativa louvável da Polícia Federal hoje no estado foram presos vários vigaristas fraudadores do erário que enviavam dinheiro para contas no exterior ilegalmente. A fraude é tão grande que seria suficiente para pagar os salários do funcionalismo em dia. Nem o nome dos vigários saiu na imprensa até o momento.

Duvido que a imprensa dê a cobertura que se espera dela. A Portocred era uma grande anunciante e alguns dos empresários presos (algemados) também e isto se reflete em como a mídia irá se comportar no episódio. Vão apontar os empresários como vítimas da arbitrariedade da PF politizada pelo Tarso e todo tipo de artimanha para desviar a atenção da opinião pública do que está havendo de fato.

Amanhã vamos ver a notícia das prisões, mas atentem para o enfoque dos editoriais e comentaristas e por quanto tempo isto estará nas manchetes. Aceito apostas!




Technorati Tags: , ,



Powered by ScribeFire.

2 comentários:

Anônimo disse...

Concordo plenamente. Quero ver se eles falarão sobre a situação daqueles que recorreram a Portocred para fins de contratar empréstimos! Alguém tem alguma sugestão?

patklein70@globo.com disse...

Realmente meu filho,vai ficar dificil separar o joio do trigo neste monte de vigaristas que vcs se refere no caso da Portocred,que alias ja comprovou ser totalmente idonea e continua trabalhando normalmente c respaldo do bco central.Primeiro espere o final dos fatos,os nomes dos culpados e veja se vai sobrar alguma coisa,ja que como vc falou quase 90./. dos jornalistas ,comentaristas ,empresarios ,tem ligação ou outra c a Portocred.Estaãria todos errados??Vao todos pro xilindró ou vai ser mais uma bela pizza gaucha...O estardaçlhaço foi tanto que chga a ser patético.o que éa falta de notícias nesta provincia que é Porto Alegre....RSSSSSSS