segunda-feira, março 05, 2007

Estudo aponta erro no ataque ao Irã

O Estadão de hoje aponta estudo que analisa o que poderia ocorrer no Irão caso fosse atacado devido a seu programa nuclear. O resultado não surpreende e afirma que se o país fosse realmente atacado pelos EUA com apoio logístico de Israel, como os rumores têm revelado, o país iria mudar a natureza de seu programa.
O programa nuclear iraniano é muito semelhante ao brasileiro e como já dissemos aqui onde não foram permitidas visitas as nossas usinas de enriquecimento de urânio, exatamente como no Irã. Só os EUA tem insistido que o programa iraniano tem fins não pacíficos, instigado por Israel que não assinou o tratado de não proliferação de armas nucleares, ao contrário do Brasil e do Irã.
Frank Barnaby, que fez parte do estudou, acredita que o Irã pode responder com um desenvolvimento muito rápido de um programa para fabricar armas atômicas. Segundo o especialista, sem informações precisas dos serviços secretos sobre o alcance das instalações nucleares do Irã os ataques aéreos não conseguirão eliminar o programa nuclear.
Como tenho dito, o mundo caminha rápidamente para mais um front na guerra no oriente médio e o mundo assite.

Um comentário:

DANIEL PEARL disse...

Aos compenheiros do "Agente 65" a minha saudação. Ensejo sucesso sempre do blog. Hoje no Desabafo País (http://desabafopais.blogspot.com)matérias
excelentes, convido o acesso.