quarta-feira, novembro 08, 2006

Os números de Tatsh

O atual secretário da fazenda de Fumaça repetiu para a imprensa a diferença dos salários médios de Porto Alegre em comparação com outras capitais como Rio de Janeiro e São Paulo. Apresentou de forma a se imaginar que aqui a remuneração é muito superior. (Leia aqui)
Primeiro, se ele concorda com isto que fala, qual a razão dele criar a Gratificação de Resultado Fazendário que aumentou os proventos APENAS para os seus subordinados?
Segundo, o argumento da média salarial é falacioso. O que está sendo comparado? Qual o perfil funcional destas prefeituras? Qual a relação entre a quantidade de técnicos científicos e categorias menos remuneradas?
Na verdade o secretário de Fumaça apresenta política de arrocho para o conjunto dos servidores municipais pretendendo melhorar o resultado primário da prefeitura e, no caso dos servidores fazendários, pode tratar-se de pagamento pelo papel desempenhado às vésperas da eleições quando houve um "movimento" grevista que terminou um dia após o pleito municipal.

Um comentário:

Vitor disse...

Alguém vai ter que botar no papel as contas do secretário, porque levando em conta as bobagens que ele diz é provável que também tenha dificuldade na preparação dos dados. Gostei do Blog, logo estaremos também na luta. Abraço!