terça-feira, novembro 14, 2006

Gente de bem na cadeia

A Polícia Federal prendeu um deputado e três prefeitos nesta terça-feira acusadas de desviar recursos federais repassados a oito prefeituras do Agreste de Pernambuco. Segundo a PF, as fraudes teriam provocado um prejuízo de aproximadamente R$ 10 milhões aos cofres públicos.
O deputado estadual Claudiano Martins (PMDB), reeleito este ano, foi preso em uma fazenda no Maranhão, onde descansava após a campanha eleitoral. Seus irmãos Otaviano Martins (PMDB), prefeito de Manari, e Numeriano Martins (PSDB), prefeito de Águas Belas, foram presos em suas cidades. O terceiro prefeito detido é Manoel Ferreira dos Santos (PMDB), que administra o município de Tupanatinga.
A Polícia Federal prendeu hoje também, Marcelo França Gabriel. Ele é filho do ex-governador do Pará e candidato derrotado nesta eleições, Almir Gabriel (PSDB). Segundo a PF, Marcelo atuava em fraudes na área de arrecadação previdenciária. Os fraudadores também atuavam criminosamente em licitações para tornar sem justificativas as propostas ou as execuções dos contratos mais onerosas, além de frustrar o caráter competitivo da licitação da qual as empresas investigadas participavam.

2 comentários:

Agente 65 disse...

Já ia esquecendo, Almir Gabriel, o pai do bom moço quadrilheiro era o candidato do deputado tucano Artur Virgílio. E agora?

dilamarsouza@hotmail.com disse...

pararan,pararan,agente65, como diria um amigo meu ... é do caralho
este blog. O Arthur Virgílio é senador, para decepção do Brasil ainda tem mais quatro anos de mandato.Fui.