domingo, abril 01, 2007

Crise aérea





Lula erra nesta questão de crise aérea. O governo mostrou fragilidade no trato de questão e só tinha uma atitude a tomar e não a fez.

Lembro aqui no rio grande a campanha que a mídia fez contra Bisol e por solidariedade ao seu bom trabalho e trajetória, o governo absorveu o desgaste mais do que seria razoável. Naquela ocasião como agora, tinha de se pensar nas razões de estado.

Antes como agora, Olívio e Lula tinham de demitir todos os cargos políticos responsáveis pela crise, afinal o governo deve ser preservado, assim como a figura do governador e do presidente. Doa a quem doer.

Lula atropelou seu ministro, buliu em área militar, e todos ficam nos cargos. Isto fragiliza o governo e arranha a imagem de estadista.





Technorati Tags: , ,



Powered by ScribeFire.

6 comentários:

Cristóvão Feil disse...

Não é nada disso, prezado Agente. O Lula não buliu com militares. É o contrário. É uma crise militar com raízes bem profundas. O problema nos aeroportos é apenas o cheiro da crise verde-oliva e azul-celeste.

Hélio Sassen Paz disse...

Agente,

Dá uma lida criteriosa em todos os posts do Eduardo Guimarães e do Alon Feuerwerker. ;)

[]'s,
Hélio

Anônimo disse...

Sinceramente... não entendo o 'Agente'. Desde o lance do Daniel (GM)Bordignon (no RS Urgente), fico "trocando orelhas". E ainda tem esse epíteto ('Agente')...
O Critóvão tá certo.

Anônimo disse...

Censura, 'Agente'?!

Agente 65 disse...

Bem, começo pelo Cristovão e reafirmo minha opinião mesmo concordando que seja uma questão mais antiga. Tinha de demitir de ANAC à ministro e se redimiu parcialmente na segunda.
Em segundo, não sei o que é "trocar orelhas", qual o problema do Bordignon e da GM? Se explicitares o teu problema poderia esclarecê-lo. Qual o problema de epíteto? No que ele te perturbas? E por último, se o Cristóvão está certo ou não, isto é irrelevante, este blog não é um jogo de vencedoreres e derrotados de certos ou errados, é um blog de opinião. A MINHA opinião que eventualmente pode estar equivalente a do Cristovão ou qualquer outro, ou não...
Qualquer coisa manda um mail para: mutley_fripp@yahoo.com.br e saia do anonimato.

Anônimo disse...

Caro 'Agente':
Não determinei que o Cristóvão seria a única opinião. Apenas, naquela forma de expressar-me, concordei com ele. Tens razão: as opiniões podem estar equivocadas, e eu apenas conjecturei, de forma não usual, o paradoxo que, PARA MIM, representas. A expressão "trocando orelhas" é ´pampeana', e significa alguma desconfiança. Vem do bagual, quando estranha alguma coisa, assim fica 'trocando orelhas'. Meu nome, já que insistes (espero que não seja pra me 'pegar na saída'...rs) é Domingos Guerrieri. Por fim, "caí" no teu blog por acaso, pois aparecestes opinando lá no Marco... o resto tu já sabes.
No mais, boa luta.