segunda-feira, fevereiro 26, 2007

Jesus em Jerusalem?



James Cameron, produtor holywoodiano que fez Titanic agora anuncia que descobriu a tumba de Jesus, e não apenas isto, mas Maria e Maria Madalena também. Porém existem algumas questões não muito claras na versão de Cameron que vai ao ar no Brasil dia 18 de Março no Discovery Channel.

Jesus, segundo a Bíblia era natural da Galiléia e era de se esperar que estivesse entrerrado lá, segundo as tradições judaicas e não em Jerusalém. A localização é a primeira dúvida, a outra é sobre as inscrições em cada um dos seis sarcófagos ali existentes, elas pareceram suspeitas para os especialistas.

No final de 2002 surgiu a notícia do achado do ossário de Tiago, irmão de jesus, datado de 62 d.c. e logo depois revelou-se mais provavelmente uma fraude. Relíquias cristãs e fraudes andam de mãos dadas à séculos, na idade média uma nova catedral na europa para ter um certo status na hierarquia romana e ter mais fiéis deveria ter uma relíquia de um santo importante, mas se viesse da terra santa, seria muuuuito especial.

A coisa ficou realmente séria e virou uma indústria, vendia-se de tudo, dedo de João Batista, coração de São Tomás, roupas, mantos e etc... Em Viena, na Áustria, no museu nacional eu pessoalmente vi o que seriam pedaços da cruz de Cristo, até de pregos da cruz... Não preciso nem dizer que a análise de DNA e de carbono 14 disseram coisas completamente distintas das reveladas durante a compra.

Agora, se não bastasse tudo isto, descobriram de uma só vez, Jesus, Maria e Maria Madalena, e quem nos revela este fato fantástico não é o Vaticano ou outra autoridade eclesiástica, mas um produtor renomado de cinema. A questão por trás disto tudo é que ainda não foram encontrados fatos históricos da existência real de Jesus, o Jesus histórico. Há alguns anos constatou-se a existência de Pilatos em uma pedra de marco de estrada em Israel contendo o seu nome, mas de Jesus ou de sua família até o dia de ontem, nada.

Eis que hoje chega esta boa nova, porém esta história está muito badalada e envolvendo pessoas de pouca responsabilidade litúrgica para a profundidade dos fatos, eu não caio nessa. E você?


Technorati Tags: , , ,

powered by performancing firefox

2 comentários:

Jean Scharlau disse...

Agente 65, vim te convidar para uma feira livre de idéias, sem tráfico de influências nem relíquias, só na base do escambo. Inicio lá no www.olobo.net ,artigo "Mídia é pré-histórica, esquerda é pré-midiática" e segue no meu blog e comentários. Aparece lá e diz pra gente sobre a autenticidade dos argumentos. Abraço.

Hélio Sassen Paz disse...

Agente,

Como ateu convicto, nenhuma história religiosa, mística ou esotérica me abala, me comove ou me estimula. Sou 100% cético e 100% frio em relação a isso.

Pra mim, a igreja católica e todas as suas vertentes cristãs foram baseadas no pavor que o Império Romano tinha de perder o poder no Oriente Médio, pois não tinha como controlar a massa de idiomas e crenças reinante naquela região do mundo.

Cristo pode até ter existido. Caso a hipótese seja verdadeira, o máximo que ele pode ter sido é um cara anti-imperial, que levou uma sumanta, foi torturado e morto pra servir de bode expiatório.

Ou seja: um esquerdista sem muito conhecimento de como conscientizar o povo e mobilizá-lo contra um poder que o tornava miserável e escravizado.

[]'s,
Hélio