segunda-feira, março 31, 2008

Baixaria tucana


Pênis com recursos públicos ou recursos púbicos?

Tribuna Petista - Em Defesa do PT e do Governo Lula
Além de vinhos Romané-Contí de R$ 28 mil a garrafa,centenas de garrafas de champanhe Chandon e estadias de ministros "à trabalho" no Copacabana Palace, o "sultanato" de FHC em Brasília comprou, com cartão corporativo do governo, um "consolo"! Onde será que "esconderam" este gasto? Segundo o site do jornal "O Estado de São Paulo" (evidentemente, eles não noticiaram na edição impressa), dentre os gastos "sigilosos" que fariam parte de um "dossiê" das extravagâncias com dinheiro público no governo federal, no período do PSDB, está "a compra de um pênis de borracha na gestão anterior"! O link para a notícia, obviamente, com um ponto de vista pró-PSDB.
O texto do site diz que "o pênis foi comprado para uma aula de educação sexual numa escola pública." Para vocês verem como era a heducação (com "h", mesmo) no governo FHC. Ou será que o tal "consolo" teve, digamos, algum "desvio de finalidade"? Ha!Ha!Ha! Será que nele estava escrito:"uso exclusivo em serviço"? Ha!Ha!Ha! Parece que descobrimos a causa do temor do PSDB em "aprofundar as investigações" da CPI da Tapioca. Seus escândalos com cartões corporativos são realmente grandes!

4 comentários:

A disse...

Nem o Zé Simão teria feito melhores trocadilhos! Inteligentíssimo!

A disse...

Nem o Zé Simão teria feito melhores trocadilhos! Inteligentíssimo!

Alvaro Andrade disse...

Nem o Zé Simão teria feito melhores trocadilhos! Inteligentíssimo!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Agente, por que o governo do PT insiste em não divulgar os gastos da família Lula da Silva com cartões corporativos? Por que tanto medo, tanto receio? Vocês têm medo do quê?