domingo, abril 27, 2008

Visto americano


Novela sem fim


Bem, se estive na capital do império romano quase 2000 anos atrasado, é razoável que tente visitar a capital do império americano também. Mas como nos tempos de Augusto, não é assim tão fácil acessar a cidade e existem uma série de regulamentos. Em Roma ninguém poderia entrar armado e alguns estrangeiros somente com autorização do imperador. Hoje as regras são um pouco diferentes, mas vale a mesma idéia.
Visitar Nova York e Washington é interessante sob vários aspectos, culturais na sua maioria. A cultura e o povo nativo são completamente dispensáveis, mas o espírito universalista da primeira e os museus da segunda me fazem sonhar com esta viagem.
Tive de vir a São Paulo para a famosa entrevista com o consulado. Uma humilhação necessária para obter o visto de entrada. Deve-se levar um formulário com perguntas interessantes como a que inquire se tive treinamento de armamentos e bombas, se participo de alguma entidade terrorista ou se tenho algum parente residindo nos EUA. Amanhã vou cedinho para a fila e tenho horário para às 9:30h, mas todos dizem que existe fila e os horários não são cumpridos. Tenho o dia todo ejá preparei o farnel para acampar por lá, com suco, snacks, palavras cruzadas e jornais.
amanhã conto como foi. Todos têm histórias de um conhecido dum conhecido que tentou e não conseguiu e tal, histórias sempre pessimistas. Vamos ver, se minha filiação partidária não atrapalhar, saio com o visto em mãos.

Um comentário:

claudia cardoso disse...

Na verdade, a coisa é um tanto aleatória. Vai que amanhã seja um dia dos bons para quem for te atender? :-)