sábado, maio 01, 2010

Nem tudo está perdido, enfim!



Rede Globo tem pior audiência da década
A semana de aniversário de 45 anos da Rede Globo chega ao fim sem motivos para comemoração. A emissora apresenta nestes quatro primeiros meses de 2010 a pior audiência da década, com 16.8 pontos em média no horário entre 7h da manhã e meia-noite, segundo medição do Ibope na Grande São Paulo.
A informação é da colunista de O Estado de São Paulo Keila Jimenez, publicada na quinta-feira (29), no jornal. Cada ponto no Ibope corresponde a cerca de 60 mil domicílios em São Paulo.
A audiência há 10 anos, em 2000, era de 20 pontos. Aumentou em 2002, quando passou para 20,3, e no ano seguinte pulou para 21 pontos no Ibope.
O ano de 2004 marcou o melhor índice da emissora: 21,7 pontos. Atingir os 22 pontos virou meta da empresa. Mas a partir de 2007 veio uma queda acentuada, quando a Globo ficou com 18,7, e o número só aponta para baixo desde então, com 17,4 pontos nos dois anos seguintes, finalizando com estes 16.8 do primeiro quadrimestre de 2010.
Em março, o superintendente-geral da Globo, Octávio Florisbal, reforçou o objetivo de audiência para o ano. "Continuamos com essa meta dos 22 pontos para 2010", disse, em declaração publicada na coluna de Keila Jimenez.


Powered by ScribeFire.

4 comentários:

André HP disse...

Não dá para pensar só a péssima qualidade da programação e falta de criatividade para pautar entretenimento, tampouco sóo fator "record". A queda da audiência também é corroborada pela popularização da internet, penso.

Abraço.

Luís disse...

A GLOBO se tornar um quase monopólio da informação de massa foi um fenômeno circunstanciado historicamente, e não duraria para sempre.
E, com certeza, o aumento expressivo do acesso às tvs pagas e à internet ajuda a entender a mudança, mesmo que essas mídias ainda não sejam exatamente populares.

Portanto, não vejo algo que indique grandes aumentos da "conscientização político/social das massas"; mas o fenômeno por si só é positivo, ok.

Ministério da saúde disse...

Caro blogueiro,

A vacina contra Influenza H1N1, vírus que já matou 1.632 brasileiros, está disponível nos postos de saúde pública de todo o Brasil para pessoas com maior risco de desenvolver a forma grave da doença. A vacina foi testada, é segura e mais de 300 milhões de pessoas já foram imunizadas com esta vacina no Hemisfério Norte. Sábado, 24, começa mais uma etapa da campanha, voltada agora para a vacinação de idosos com doenças crônicas. No entanto, a população das outras etapas - jovens de 20 a 29 anos, grávidas, crianças maiores de 6 meses a menores de 2 anos e doentes crônicos com menos de 60 anos - ainda podem procurar os postos para se vacinar.Para mais informações sobre como se tornar um parceiro, escreva para fernanda.scavacini@saude.gov.br
Atenciosamente,
Ministério da Saúde

Remindo disse...

A Veja está a beira da falência, a Folha perdeu 50% dos leitores e a Globo em 2009 perdeu mais audiência ainda. A mentira tem pernas curtas.