quarta-feira, novembro 12, 2008

Cara de pau!

Às vezes fico em dúvida quem é mais cara de pau, se Yeda ou Rosane Oliveira. A coluna da "jornalista" hoje mostra a que ponto pode chegar seu capa-pretismo. Nada de novo ou surpreendende vindo deste governo e de sua porta-voz, mas por mais espiado que estejamos e conheçamos as figuras, tem dias que isto merece nota.
Em letras grandes, Rosane Oliveira informa hoje a quem interessar possa que o piso dos professores de R$ 950 terá mínima repercussão. Seriam apenas 0,7% dos professores beneficiados e que a governadora iria endossar esta iniciativa que teve origem numa articulação com apoio do presidente Lula. Ora, há poucos meses esta mesma medida foi duramente criticada pela governadora e sua capitã-do-mato secretária de educação. As declarações à época eram de repúdio à Lula e preocupação com o equilíbrio financeiro da proposta aqui no estado. Como se nada disto tivesse sido dito ou acontecido, agora o governo Yeda descobriu que não há impacto e que passa a ser à favor.
Yeda entrou na justiça para barrar esta proposta, juntamente com mais governadores de oposição à Lula. Ou seja, Yeda é incompetente pois leva meses para saber o impacto real de um piso salarial (incompetência) e Rosane Oliveira é conivente com o erro do governo pela forma como o aborda sem esclarecer o que houve antes.

Um comentário:

Eugenio Hansen disse...

Paz e bem!

OFF TOPIC

Lamentavelmente terás de adequar teu contador de dias para o final do governo Fumaça...