domingo, novembro 02, 2008

2 anos!


Dois anos azucrinando os cretinos


Bem, é com profunda alegria que anuncio o segundo aniversário do Agente 65 na blogosfera. Foram dois anos de luta e opinião, luta contra os de sempre que insistem em nos usurpar o poder e opinião de esquerda e socialista.
Este blog morre de nojo dos gaúchos que votaram na Yeda, nos que votaram no Fumaça e ainda se dizem os mais politizados do país. Este blog é inconformado com a mídia idiotizante que temos aqui nos pampas que durante o período eleitoral omitiu o escândalo do DETRAN e outros que o seguiram, na maior cara de pau!
Enfim, sou um inconformado. Como diria o carada Leon Davidovich, se a conjuntura é desfavorável, vamos luar para mudá-la!

, ,

Powered by ScribeFire.

4 comentários:

heliopaz disse...

Agente,

Parabéns pelos dois anos. É muito difícil ter tempo e capacidade de argumentação suficientemente estáveis para tornar-se visível e conhecido na blogosfera ativista de esquerda e, assim como tantos outros blogueiros, temos o privilégio de fazermos parte desse time, cada um a seu jeito.

Depois de dois anos de muitas decepções, passei a conhecer melhor as alternativas de utilização do espaço público mediado por computador como uma alternativa cidadã de envolvimento no espaço público físico e tradicional (a rua, a praça, o parlamento). Querendo ou não, tais iniciativas - ainda incipientes no Brasil - têm dado bastante certo de maneira apartidária.

Basta ser coerente sem dar arrego, sem virar a casaca e, acima de tudo, é preciso ser extremamente crítico principalmente em relação às suas próprias crenças.

[]'s,
Hélio

Cristiano Muniz disse...

Vereador Haroldo de Souza (PMDB) ameaça estudante e promete repressão a novos protestos na Câmara Municipal.

Leia mais em http://salveopampa.blogspot.com/2008/11/vereador-haroldo-ameaa-estudante-aps.html

Dialógico disse...

Oi, Agente65! Parabéns pelo aniversário!

Condotta disse...

Parabéns Agente 65. Só uma dica:ajusta o contador aí do lado. Faltam 1516 dias para o fim do governo Fumaça. Só não sei se nós chegaremos até lá...