terça-feira, março 03, 2009

Vem mais coisa por aí


Fora daqui, inquilina do Piratini!

O pessoal do PSOL nos movimentos sociais (estudantil e sindical) fez circular desde ontem que novidades serão reveladas na segunda-feira, a própria deputada Luciana Genro fez esta revelação também na segunda  à noite em Cachoeirinha num evento de lançamento de semana da mulher.
Será uma longa semana com fatos pitorescos como a entrevista coletiva de Yeda, que não aconteceu, durante evento no palácio ontem quando anunciou medidas anti-crise. Nem um nem outro. Yeda anunciou medidas requentadas e desconexas que nada acrescentam ou que preparem para o estado para atravessar a tormenta. Além disto, a louca anunciou a coletiva mas não abriu para perguntas dos jornalistas presentes que fizeram papel de bobos indo ao Piratini. Yeda dá mais atenção a jornalista paulista do que à imprensa gaúcha. É doida de atar.
Quinta-feira passada o deputado do PSDB Pedro Pereira, conhecido por suas posições sui generis sobre tudo, apontou o dedo acusador para Paulo Feijó (DEM). Disse que as denúncias vieram de Feijó, haveria uma conspiração trosco-liberal (PSOL/DEM) em andamento para a tomada do poder.
A não-entrevista, a fala de Pereira e o silêncio fúnebre que se ouve do Piratini são demonstrações claras do desatino em que se encontra o governo. É o samba do criolo doido, fase prévia do salve-se quem puder.
Logo à primeira prova contundente (vídeo ou áudio) a RBS desembarca da canoa furada do governo acompanhada do PMDB. A governadora ficaria completamente isolada politicamente e fustigada pela opinião pública. Se o PT acordar, coleta as assinaturas suficientes e abre uma CPI para dar um soprão nas brasas e acelerar o assado da governadora.
Eu acho que isto acabará em renúncia dela. Não é o estilo dela, eu sei, mas tampouco é a decisão dela. A decisão será tomada na sala de um grande empresário metalúrgico gaúcho que prefere um Feijó garnizé que um galo missioneiro. Um homem de números não se deixa levar por sentimentos baratos como lealdade ou democracia.
egar a negação que aparentemente encerrou esse ciclo da história. Tudo está em aberto e por resolver.
Dizia Karl Marx numa das suas cartas a Engels: "Nas grandes épocas históricas, vinte anos equivalem a um dia, ainda que em seguida possam apresentar-se dias que concentrem em si mesmos vinte anos".

PS - Aod viu que a chapa ia esquentar e caiu da boca, arrumou a vida. Deixou o pepino pros amigos dela!


, , , , ,

Powered by ScribeFire.

5 comentários:

Luís disse...

Pois é... como já disse e escrevi, fora os 15 contrários ao relatório "pizza" da CPI do DETRAN, os restantes resolveram também prevarycar para não entregarem o governo ao Olívio.
Tudo estava se encaminhando para as duas grandes chapas tentarem barrar o PT do segundo-turno, em 2010: a della e a do PMDB... mas as coisas estão tão feias que realmente tudo pode acontecer.
Mas não se iludam: o fascismo mais ideológico e sincero, que substituiria este "chinelão", não seria muito melhor para os trabalhadores gaúchos. Escrevo isto porque muita gente gosta de se iludir, especialmente a cúpula do PT nos últimos anos...

Anônimo disse...

Caro Agente,
Concordo com tua analise; desde o primeiro minuto senti que o PSOL tinha mais balas na agulha. Ninguém em sã consciência comete um suicídio politico deste calibre. Falar o que falaram e não ter uma única prova seria demais. Devem existir maneiras mais fáceis de se liquidar um partido político.
Agora, ao campo de esquerda cabe, manter a pressão através da mídia não comprometida; na tentativa de ganhar os corações e mentes da opinião pública.
Por falar em opinião pública: Bem feito pro Ivar Pavan e todos aqueles dentro do campo de esquerda, que vivem fazendo média com estes lacaios da imprensa gaúcha.
Não tem um mês e já apareceu um tal de 'escândalo' das diárias pagas aos deputados no período de recesso da Assembléia.
Duas coisitas me chamaram a atenção: 1º)os únicos entrevistados foram deputados da oposição e obviamente, o presidente 'petista' da ALERGS. Da base aliada do desgoverno ninguém apareceu para dar a cara a tapa.
2º) Quando este mau uso do dinheiro público não ocorreu? Será que na presidência daquele troglodita do PMDB não houve isto. É muita coincidência, uma bela cortina de fumaça para encobrir o escândalo do Piratini.

José Luís

Anônimo disse...

Segundo o blog do PHA, amanhã desembarca em POA o Delegado da PF,Protógenes , para assessorar o PSOL... Agora a coisa vai esquentar mesmo!!

Solano disse...

SILÊNCIO

Muito estranho o silêncio sobre o assassinato de Milton Nunes Kruger, principal testemunha de Paulo Salazar, o ex-petista que trava um liça judicial com os deputados Elvino Bohn Gass e Raul Pont alegando que teve parte de seus salários retidos como doação para o partido.

SEQUESTRO

Milton Nunes Kruger foi seqüestrado em Alvorada, no mês passado e executado em Canoas com dois tiros na cabeça e um no peito. Ele iria depor na 9ª Vara Criminal. A 2ª DP e Canoas investiga o assassinato.

Solano disse...

E as notícias "bombásticas" que o PSOL iria anunciar hoje?
Nada?

Nadinha mesmo?



E eu perdendo o meu sono de burguês!