sábado, março 14, 2009

Nada na Veja...



Nem adianta esperar sair a Veja da semana, nada nela falará sobre Yeda e seu mar de lama. Já começo a duvidar da existência do dossiê e da seriedade das fofocas que circulam por aí. Outro furo.
Mas eu costumo dizer que nada é por acaso, como a boataria está em alta, é certo que existe algo de podre no ar. A mais nova exoneração do governicho de Yeda envolvendo escutas ilegais é fato do momento e vêm desta vez de correligionário de Yeda, do mesmo PSDB.
Certamente que não iremos ler colunas desatinada de Políbio Braga sobre a KGB de Yeda, ou uma cobertura razoável de Zero Hora, mas a casa está caindo. Muito lentamente, mas está.
Mais uma semana de angústia e espera por fatos novos. Enquanto isto recomendo menos papo cabeça ao celular. O bicho tá pegando.


, , ,

Powered by ScribeFire.

3 comentários:

Anônimo disse...

Querem se livrar da Yeda?
Então impeçam a reeleição dela.

Agente 65 disse...

Caro Anônimo, acho que você está no lugar errado. Não quero voltar a moderar os comentários aqui no Agente, mas juro que tuas investidas estão me levando a pensar em contrário. É o seguinte, este blog é de esquerda e CONTRA a Yeda. Se não gostas vai ler em outro lugar, entendeu? Tchau.

Luís disse...

Para a Yeda cair, está faltando uma oposição mais unificada e, principalmente, muito mais respaldada pela sua base social, para a qual falta mobilização. Também não custa repetir: o RGS não é o Maranhão, e do outro lado da Yeda não está uma família Sarney.
Se dependermos só da luta parlamentar, é exatamente isto que estamos vendo: grande imprensa, maioria dos deputados e grandes empresários, maioria do MP, todos mais ou menos constrangidos, mas prevarycando junto, se unindo para sustentar esse fascismo-de-ocasião, essa corrupyta quase assumida. Chega a ser patético ouvir o nosso senador-romano falando da corrupção do PMDB... "nacional"... sic...
Os únicos que aparentam terem "abandonado o barco" são os direitistas que se pretendem sérios... agora são os "anônimos" que defendem ella, em blogs como este.