quinta-feira, junho 18, 2009

Coréia do Norte e o bixo papão


Bizarro e autoritário, mas é só ele?


Cara, é incrível quando paramos para pensar sobre as coisas que assistimos na TV e como somos vítimas de versões estranhas a verdade ou puramente alinhadas entre si. O Iraque é um país invadido por forças estrangeiras e está em plena guerra civil e o que se vê são sucessivas notícias de atentados "terroristas" no país todo, com ênfase ao morticínio.
A autodeterminação do Iraque e o que está ocorrendo por lá, onde um segmento considerável de nativos está se insurgindo, a ninguém é informado. No rolo estão o Paquistão e Afeganistão, o noticiário pasteuriza de tal modo que não se entende nada do que está ocorrendo.
Na Palestina idem. Recentemente foi proposta a milhonésina paz com dois estados soberanos. Israel não quer apenas o seu reconhecimento pelos árabes, como à pouco. Agora exige que seja reconhecido Israel como estado JUDEU, e isto é bem distinto. Seria mais ou menos como se o Brasil se declarasse estado CATÓLICO e todos que fossem de outra religião ou etnia tivessem direitos reduzidos, sub-classe. É um absurdo, e em nenhum lugar isto é explicado.
Mas a bola da vez é a Coréia do Norte. Uma ditadura, sem dúvida, mesmo regime da Arábia Saudita. A segunda possui bases americanas com todo o armamento possível, inclusive nucleares com muitas ogivas. Mesmo com estas semelhanças o noticiário explora a bizarrice do presidente coreano e aborda a questão da corrida nuclear daquele pequeno país da ásia.
Bem, a Coréia nunca fez guerra com nenhum país na sua história, nunca invadiu ou agrediu outra nação. Jamais. Acusam a Coréia de não cumprir resolução da ONU, mas não dizem que os EUA não assinaram o Tratado Abrangente de Proibição de Testes Nucleares ejá realizou 1032 testes nucleares até hoje. Até o início de 2008 existiam nos cinco países do Conselho de Segurança da ONU 26 mil ogivas nucleares prontas para detonar! Os paises que assinam o Tratado de Não Proliferação de Armas Atômicas como Bélgica, Holanda, Itália e Turquia receberam dos EUA 180 bombas termo nucleares dos EUA, claramente driblando as normas da ONU.
Assim, a discussão sobre a Coréia não foge à regra. Em caso de guerra a primeira vítima sempre é a verdade.




, ,



Powered by ScribeFire.

3 comentários:

Bloco do Zéder disse...

Prezado Agente 65,

sinceramente custo a entender onde estes caras querem chegar..

uma guerra nuclear não dura nem meia hora..

não acho que isso tenha a ver com socialismo..

O Socialismo quer o bem comum e a paz mundial!

Stanis Fialho disse...

Pois é amigo agente:
Se alienar totalmente ou não assistir tv? Qual é a forma de ficar por fora de tudo o que tá acontecendo?
Não fosse algumas poucas revistas e blogs...
abraço

Stanis Fialho disse...

Pois é amigo agente:
Se alienar totalmente ou não assistir tv? Qual é a forma de ficar por fora de tudo o que tá acontecendo?
Não fosse algumas poucas revistas e blogs...
abraço