segunda-feira, outubro 30, 2006

OP de Porto Alegre se esvai

A denúncia é de Felisberto Luisi, delegado da região Centro do OP da capital. Ele aponta que é raro o secretariado de Fogaça comparecer nas reuniões, ao contrário do que acontecia anteriormente. A população não tem a quem se dirigir para reclamar dos serviços públicos, apenas assessores sem preparo e densidade. No OP tanto a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) como nas alterações ao PPA (Plano Plurianual) não foram discutidas e em muitas regiões os delegados e conselheiros sequer sabiam das alterações no orçamento que apresentou renúncias fiscais. Destaca também o atrazo na realização das obras previstas e sem qualquer explicação.
A administração declara que "vai estimular a formação de parcerias para agregar recursos humanos, financeiros e de conhecimento da comunidade para estimular o aprimoramento do OP e de outras formas de gestão participativa"... Ah tá! A prefeitura lava as mãos para suas obrigações e promete dinheiro privado que nunca virá.

Leia mais no Jornal do Centro.

4 comentários:

Anônimo disse...

Sacanas, bundamoles, idiotas, fdp, caterva.
Contra esses, bem-vindo à auto publicação na blogosfera - um pouico de democracia no meio dessa oligarquia toda.

Agente 65 disse...

Para mim é uma honra receber um comentário no Blog, valeu irmão.

Cristóvão Feil disse...

Prezado Agente,

Satisfação de visitar o teu blog. A vista é boa e a companhia idem.
Parabéns, sucesso!
Vou ampliar esse assunto do OP lá no meu "Diário Gauche". Acho esse tema fundamental.
Abraço!
Cristóvão Feil
www.diariogauche.zip.net

Agente 65 disse...

Diário Gauche é minha leitura permanente, pra mim um orgulho te-lo visitando o Blog!